Category Archives: Pará

Todos farinha do mesmo saco

Ontem (26), o governador do Estado, o Simão Jatene, teve um ataque de puritanismo (deve ser reação do “stend” recente que foi colocado no governador) na hora do seu discurso lá pelo Tapanã (Belém) durante a entrega de casa populares por parte do Ministério das Cidades (circula um vídeo na internet). Dizem que, pelo contexto, as expressões usadas por Simão foram direcionadas aos Barbalho, onde, do clã, estavam o Helder e a Elcione presentes.

Acho que os dois grupos que polarizam a política no Pará são “farinha do mesmo saco” (Os modos operacionais são praticamente os mesmos um do outro). O que pode existir, é um grupo político menos pior.

É o momento para o surgimento de novas lideranças. O Pará já merecia uma outra realidade!

Abaixo, algumas das expressões usadas por Simão no seu discurso:

“Precisamos virar uma página da história e da política deste país, onde um político diz “eu faço”, “eu estou trazendo”. […] É lamentável, sem dúvida, que muitos, ao invés de servirem ao público, se serviram do público.”

“Amigos, eu não poderia não vir [ao ato das entregas das casas]. eu vinha de muleta, de cavalo, de barco, eu vinha de qualquer jeito. Porque a luta pela casa própria, a luta pela residência não é uma invenção de discurso de agora.”

“Quando criamos o Cheque-Moradia, todos diziam que isso era quase impossível. […] Hoje, serve de referência. E alguns vêm tentando criminalizar esse programa para que ele acabe, mas não vai acabar porque é do povo do Pará.”

 

Palloci condenado

O juiz federal Sérgio Moro condenou, na manhã desta segunda-feira, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci a doze anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Depois desta condenação do ex-ministro, a expectativa é que a próxima sentença dada pelo juiz Sérgio Moro seja a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Eita “povo” rápido!

Segundo o “O LIBERAL”, na coluna “Repórter 70”, o Jones William, atual prefeito de Tucuruí, já está todo enrolado na sua administração.

Ontem (19), o jornal na sua coluna escreveu o seguinte:

“Está aterrissando na mesa do procurador Nelson Medrado dossiê com grandes denúncias de fraudes na prefeitura de Tucuruí, hoje administrado por Jones William, do PMDB. Na semana passada, a promotoria local pediu à justiça o afastamento do gestor por conta de uma grande rede criminosa armada dentro do Executivo para fraudar e direcionar licitações.”

” No olho do furacão, além do prefeito, está também o empresário Alexandre Siqueira, donos de pelo menos cinco empresas, sendo que todas foram agraciadas com contratos milionários e – acredite – com dispensa de processo licitatório. A justiça já decretou a indisponibilidade dos bens do prefeito e do empresário, mas o que se diz é que ainda há muito gelo embaixo dessa ponta de iceberg.”

É… por enquanto, parece que só o Jones e o Alexandre andam sorrindo lá por Tucuruí (o Jones dizia no período da campanha que Tucuruí voltaria a ser feliz).

Eita “povo” rápido!

O lixo da Região Metropolitana

A empresa REVITA – responsável pela coleta de lixo da Região Metropolitana – deixou os vereadores de Belém, de Ananindeua e de Marituba do lado de fora das instalações do ATERRO SANITÁRIO. Os vereadores, segundo informações, teriam ido a empresa para conhecer o processo do lixo.

Dizem os manifestantes, que no próximo dia 22, a comunidade do entorno do ATERRO vai, mais uma vez, fechar o acesso dos caminhões do lixo.

O circo já está armado. Pelo jeito,  estamos longe de uma solução favorável pra população. Parece que ainda sofreremos com a questão do recolhimento. Mais conversas sobre este dito lixo estão por vir. 

Domingos Juvenil foi condenado

Domingos Juvenil, ex-presidente da ALEPA – Assembleia Legislativa do Pará, foi condenado a cumprir pena de 3 anos de reclusão pelo crime de peculato, além de 75 dias de multa.

O ex-presidente foi denunciado em 2011em ação penal feita pelo MPE – Ministério Público do Estado pelos crimes de abandono de cargo público e falsidade ideológica. A razão da denúncia se deu pelo fato da médica Paula Roberta Ferreira Martins receber salário da ALEPA sem trabalhar entre os anos de 2008 e 2011, pois ela residia em São Paulo.

Em relação a ALEPA, outros processos contra o ex-presidente ainda se encontram em andamento.

Operação Leviatã

A Polícia Federal, através da operação Leviatã (extensão da Lava Jato que investiga a obra de Belo Monte), esteve nas ruas de alguns Estados hoje (16) cumprindo mandados de busca e apreensão.

Desta vez, os alvos foram: Edison Lobão, Márcio Lobão e Luís Otávio Campos.

Luís Otávio Campos é um ex-senador pelo Pará.

A operação foi autorizada pelo STF, através do ministro Edson Faschin.

A “Lava Jato” parece que chegou de vez no Pará.

Eu hein! Acho que se espremer, sai suco. E o suco é dos azedos.

Abaixo, informações do Luís Otávio Campos, segundo o “Wikipédia”:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Luiz_Ot%C3%A1vio_(pol%C3%ADtico)

 

 

Ex-prefeito de Garrafão do Norte foi preso

Foi preso nesta sexta-feira (10), o ex-prefeito de Garrafão do Norte, Antônio Pereira de Araújo.

O ex-prefeito é acusado de efetuar pagamentos irregulares, entre outros desvios.

O município de Garrafão do Norte, localizado no nordeste do Pará, encontra-se em estado de emergência financeira, inclusive com os vencimentos de grande parte do funcionalismo público em atraso.

Junto com o ex-prefeito, foi preso também o ex-tesoureiro Fernando Mariano de Souza.

Márcio Miranda e a ALEPA

Já ia “passando batido” pelo Pará Político, mas ainda em tempo: ontem, 31, pela terceira vez consecutiva, o deputado estadual Márcio Miranda foi eleito  presidente da ALEPAAssembleia Legislativa do Pará.

Parabéns, deputado Márcio, e sucesso na administração do novo biênio.

Posse no Tribunal de Contas do Estado

Hoje (31) foi realizada a posse da nova presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-Pa), a conselheira Lourdes Lima.

A transmissão do cargo foi coordenada pelo Luiz Cunha, até então, ainda presidente. Lógico, que no momento (como bom político que é) não perdeu a oportunidade de fazer um balanço da sua administração (2015/2017).

Eu imaginava que o André Dias seria o presidente, mas, veio como vice da Lourdes Lima.

O Tribunal não perdeu tempo: todos os passos da cerimônia já estão no seu site.

Clique no link abaixo e acompanhe os passos e fotos do evento:

http://www.tce.pa.gov.br/index.php/sala-de-imprensa/noticias-do-tce-pa/3019-posse-no-tce-pa-novo-corpo-dirigente-e-empossado-para-o-bienio-2017-2019-cons-lourdes-lima-e-a-nova-presidente

 

 

Posto Avançado do DETRAN

Eu estou passando o maior sufoco com uma documentação de veículo no DETRAN-PA que fica localizado na Invencível Veículos (é conhecido como Posto Avançado).

 
A minha saga junto a questão dessa transferência de propriedade já completa 8 meses. O interessante é que o processo aparece no sistema, mas a documentação sumiu.

 
Tudo se deu em função, primeiramente, do bloqueio da senha do servidor chamado de Alfredo, o antigo funcionário que era responsável pelo Posto. A equipe do DETRAN continua por lá, mas nada eles podem fazer, estão sem senha pra entrar no dito sistema. Agora, a justificativa é pelo aguardo da indicação de uma novo servidor para ocupar o espaço.

 

Eu já fui até no DETRAN sede pra buscar uma solução, mas o que me parece é que estão fazendo questão de levar todos esses casos pendentes deste posto para a corregedoria do Órgão. Pelo menos, foi a orientação que recebi da Coordenação do CRV.

No dia que eu estava na sede, muitos particulares aguardavam por solução dos seus problemas relacionados com o mesmo Posto.

 
Num bate papo com os servidores, fui informado que o espaco é indicação política (agora eu entendo a razão de tanto sofrimento). Me informaram também que é uma disputa enorme pela indicação deste setor (coisas de politica). Eu hein, mas o que será que tem de tão bom por lá?

Eu não gostaria de prejudicar ninguém, eu só quero o meu documento. Vou insistir mais uma semana na tentativa de solução. Na impossibilidade, vou questionar é o DETRAN, e não o servidor.

Obs: A Invencível Veículos só disponibiliza o espaço pro DETRAN.